Em meio ao burburinho da Praça XV, três mulheres embarcam no táxi. Uma gorda, branca, senta na frente comigo, outras duas mais jovens, negras, no banco de trás. As três carregam bolsas volumosas. Logo que arranco, a mulher da frente diz que gostaria de comprar um churrasquinho de gato, fica braba quando eu passo pela carrocinha e não paro – imagina a sujeira de farinha. O destino é a Vila Conceição Degolada.

À medida que a corrida se desenrola, percebo, pela conversa das passageiras, que elas são o trio de assaltantes que assombra há algum tempo o Centro da Capital. A Gang das Gordas. Enquanto revisavam suas bolsas, fazendo um tipo de inventário do que conseguiram no dia de “trabalho”, uma das mulheres do banco de trás, que parecia ser nova no “negócio”, deixa escapar:

— Teu marido sabe que tu sai pra roubar?

A gorda da frente chama sua atenção: “Te liga, meu!”. Como se precisassem esconder aquilo que o taxista já havia percebido. Daqui em diante, passo a reproduzir simplesmente algumas frases soltas que ouvi pelo resto da corrida.

— Tu precisa parar de apanhar do teu homem.

— Aquelas coronhadas eu levei por causa daquela piranha da mulher dele.

— Então tu és filha do fulano da Tuca? Mas tu disse que não tinha pai!

— É, sou filha dele, mas tu sabe né, ele tá preso.

— Tu tá fumando demais, quando tiver a minha idade vai estar toda enrugada.

— Mas eu nem tô mais fumando muito, só maconha.

— A fulana ameaçou me dar uma facada, eu mandei ela se botar, acha que tenho medo?

— Mas ela briga bem, já apanhei dela, tu tens que chegar chutando a cara.

— Amanhã a gente vai pra Viamão, lá não nos conhecem ainda.

— Ontem só faturei R$300. Tá fraco esse fim de ano.

A corrida acaba bem em frente a uma delegacia, nos altos da Barão do Amazonas. Elas não parecem temer a polícia. O taxímetro marca R$21. Cada uma delas já tinha os seus sete reais na mão. Estão acostumadas, pelo jeito voltam de táxi todos os dias depois do “trabalho”. Ao se despedir, a gorda tenta ser simpática: “Valeu, tio, te cuida, ai”.

Taxi wijnegemluchthavenvervoer schiphol boeken –  Luchthavenvervoer schildebestelwagen hurenauto opkoperauto verkopen